fbpx
Busca

Pesquisa de mestranda vincula conteúdos do ensino fundamental à cocriação de uma biblioteca sustentável

Publicação: 27/09/2021

A estudante do Mestrado Profissional em Educação Básica (PPGEB) da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), Salete de Matias, está desenvolvendo uma pesquisa em que vincula conteúdos curriculares do 5° ano do Ensino Fundamental a um processo de cocriação de uma biblioteca sustentável. A pesquisa tem como lócus a Escola Municipal Maridalva de Fátima Palamar vinculada à Rede Municipal de Ensino de União da Vitória, Parará,

Ao ingressar no mestrado, a aluna queria desenvolver uma pesquisa envolvendo estratégias de estímulo à leitura, interpretação e produção textual. Em 2020, enquanto frequentava a Disciplina de Didática e Metodologia de Ensino da Educação Básica, a mestranda pode planejar com outros estudantes da turma do mestrado, um Projeto Criativo Ecoformador  (PCE) vinculando tanto o estudo de conteúdos de Língua Portuguesa como de outros curriculares ao processo de cocriação de uma biblioteca sustentável.

A ideia foi aperfeiçoada pela mestranda após a finalização da disciplina, visando considerar demandas indicadas pelos próprios estudantes da escola em que a intervenção seria realizada, bem como emergências decorrentes da pandemia causada pelo Sars-CoV-2 e outras demandas que fazem parte da realidade global, entre elas, a necessidade de uso consciente dos recursos naturais.

Como o título Projeto Criativo Ecoformador Bibioteca dos Sonhos,  a iniciativa ganhou força mesmo durante o ensino remoto, sendo desenvolvida em quatro etapas: a  primeira envolveu o levantamento de dados para elaboração do projeto da biblioteca, com o compartilhamento de ideias dos estudantes sobre como poderia ser o cenário, incluindo desenhos e maquetes com sugestões, divulgação do projeto na comunidade e outras atividades vinculadas a diferentes componentes curriculares; a segunda etapa envolveu diversas atividades transdisciplinares e ecoformadoras, com ênfase na sustentabilidade. Realizadas remotamente, tais atividades relacionaram-se diretamente com os temas abordados no PCE, entre os quais, o desenvolvimento sustentável e a reutilização de produtos; a terceira etapa consistiu-se, efetivamente, na organização da biblioteca, com arrecadação dos recursos, organização do acervo e construção da mobília com materiais alternativos. A etapa, realizada no formato hídrido, contou com a participação de estudantes, docentes, pais e outros membros da comunidade escolar interna e externa; a quarta etapa está em andamento e corresponde à polinização da iniciativa, contando a divulgação do projeto envolvendo a valorização de todos os participantes que ajudaram a tornar real aquilo que colaborativamente foi projetado.

Em todas as etapas, as atividades rotineiramente realizadas na escola passaram a envolver demandas implicadas na proposta ao estudo dos conteúdos de diferentes componentes curriculares.  Como exemplo, destaca-se que na adequação das sugestões dos estudantes às reais condições do espaço disponibilizado para a biblioteca, foram vinculados conteúdos como gêneros textuais,  sistema monetário, sistema de medidas e tabelas e gráficos.

A pesquisa é orientada pela Dra. Marlene Zwierewicz e está em fase de conclusão e seus resultados serão apresentados no mês de dezembro. Seu desenvolvimento sinaliza um compromisso da mestranda com a articulação entre conteúdos de diferentes componentes curriculares e desses em relação à  realidade local e global, valorizando um ensino transdisciplinar e ecoformador.

De acordo com a mestranda, a ideia foi promover ações que valorizassem a vida em meio a todas as adversidades enfrentadas localmente e em todo o planeta. Para isso, foram propostas ações que valorizassem o protagonismo,  ampliassem a interação entre os estudantes mesmo durante o ensino remoto ou híbrido, valorizassem o trabalho colaborativo e o compromisso com o bem-estar individual, social e ambiental.

É diante dessa perspectiva que a pesquisa converge com o objetivo do Mestrado Profissional em educação Básica (PPPGEB) que é o de promover a formação de gestores e docentes que investiguem e transformem as próprias ações e as instituições de ensino, visando o seu aperfeiçoamento e a melhoria das práticas pedagógicas na Educação Básica. Também coaduna com sua missão que é a de promover a formação de profissionais comprometidos com a pesquisa com intervenção e o desenvolvimento de produtos educacionais que atendam demandas da Educação Básica de forma inovadora, humanizada e sustentável.



VOLTAR

Quero Estudar